DoAvesso

R$ 30,00

DoAvesso é uma fantasia sobre a busca da identidade. O protagonista é Samadhi Aipim que vive no mundo do avesso. Não é a história de um herói ou anti-herói, e sim a história de um menino quase comum.

ISBN: 978 85 60728 05-3
Ano: 2007
208 páginas
Brochura
17 x 25,5 cm

Em estoque

REF: 978856072805-3 Categoria Tags: , , , , , ,

Descrição

Camila Appel nasceu em São Paulo em 1º de junho de 1981. Graduada em Administração de Empresas na EAESP-FGV e mestrada na London School of Economics, LSE em Antropologia e Desenvolvimento. Filha da dramaturga Leilah Assumpção, com este livro inicia sua carreira como escritora.

Camila Appel em seu livro de estréia diz a que veio, com convicção de veterana. E para ela não existe meio termo. Doavesso é uma fantasia sobre a busca da identidade. O protagonista é Samadhi Aipim que vive no mundo Doavesso. Nâo é a história de um herói, nem de um anti-herói, e sim a história de um menino quase comum. Sua saga começa com a morte da mãe, momento em que, nos contos infantis, se dá o início da busca do eu.

Atravessando o Portal do Espelho ele vai para Maya, o Mundo das Funções. Samadhi vai passar por muito drama, como sinônimo de ação. Conhece Chakra, a menina da intuição, Menino êmê, que tem o poder da atração, e Menino Tempo, com quem vai se aventurar na busca da Pena do Escritor para tentar impedir que a Profecia Maya se realize. A frase chave é CRIAR EM VEZ DE REAGIR. Com a Pena do Escritor, cada pessoa poderá escrever a história de sua própria vida. Liberdade e arbítrio são tratados de forma inusual.

“Camila Appel usa metáforas descomuns: o Lago Ego onde o herói se afoga, seduzido; a Mãe Natureza com transtorno bipolar; o Alquimista, que sofre de Alzheimer e é o responsável pelos sentimentos. O vilão é Estagna, que leva quem se desinteressa pela vida. A linguagem usada por Camila é ética, cinematográfica, impossível não se envolver. O enredo é bem tramado sem ser óbvio. É uma história não correta politicamente. Uma desfábula porque não propõe fins morais. Instiga. Diverte. Desafia. Para jovens e adultos curiosos.” May Parreira e Ferreira